Notas Expressas

Tivemos um enxugamento do nosso corpo de repórteres, mas estamos, aos poucos, retomando o ritmo de publicação de matérias.
(atualizado em 20 de outubro de 2007)


segunda-feira, 11 de setembro de 2006

Sabor em pauta

Lanchonetes da Faculdade de Educação Física e da Faculdade de Tecnologia agradam estudantes com seus salgados e quitutes
por Carolina Menkes

Praticamente desconhecida por grande parte dos estudantes da UnB, a lanchonete da Faculdade de Educação Física já passou por várias mudanças e é administrada desde 1991 pelo mesmo proprietário, Seu Marcos. Ao cardápio inicial de salgados (R$1,30) e chocolates foram acrescentados sanduíches naturais e sucos (a cada dia há um natural diferente, a R$1,00). Porém, toda a comida vem de fora, até pelo espaço ser bem limitado. Seu Marcos toca seu negócio sozinho, mas pelo pouco fluxo costuma ser suficiente e o retorno financeiro também não é problema. “Dá pra me manter porque sou aposentado”, afirma.

Entre 9h30 e 10h, a lanchonete do Seu Marcos fica lotada

Na hora do almoço só havia três opções de salgado mas, segundo ele, o horário mais cheio é por volta das 9h30, no intervalo entre as aulas. A estrutura é simples, sem mesas e cadeiras, com apenas um banco em frente ao estabelecimento.

Já a Lanchonete da FT (Faculdade de Tecnologia) é maior e possui vários tipos de salgados (R$1,50) e sanduíches (naturais ou não), todos preparados no local. Para acompanhar a refeição, além de sucos artificiais (R$0,70) e naturais (R$1,50 - 1,80), também há água (R$1,00) e café expresso (R$1,00). A empresa é a mesma desde 1987, mas o proprietário Paulo Caixeta só assumiu o comando em 1996. Cinco funcionários trabalham com ele, como atendentes e na cozinha. A higiene recebe atenção, sendo o avental e toucas na cabeça essenciais, mesmo no caixa.

A lanchonete da FT conta com TVs, computadores e disponibiliza até assinatura de jornais e revistas aos seus clientes

A lanchonete é um dos maiores estabelecimentos do gênero na UnB. “Pago aluguel maior, então tem cozinha, água, esgoto...”, afirma Paulo. Em termos de tecnologia e atrações aos clientes, o local também não deixa a desejar, com seus dois computadores de tela plana e acesso rápido a internet, três televisões acima do balcão, pia para lavar as mãos e assinatura de revistas e jornais à disposição dos clientes. Mas um problema é a quantidade de mesas, apenas três, o que faz com que haja constante espera para sentar. Segundo o proprietário, no início o local era bem rústico, mas houve uma recente reforma em parceria com o diretor da FT, Humberto Abdala e futuramente haverá também uma sala de estudos no corredor ao lado.

Comidas de lanchonetes precisam ser muito bem cuidadas para serem saudáveis e balanceadas. Salgados assados devem ser adotados em detrimento dos fritos, o que pôde ser notado em ambos os locais. “Uma alimentação saudável deve ser composta de todos os grupos alimentares da pirâmide dos alimentos. Desde a compra da matéria prima até a distribuição/venda do produto já manufaturado, o proprietário deve assegurar que o alimento está isento de qualquer sujidade tanto de natureza física, química ou biológica”, explica Taynã de Souza Nunes, estudante do 8º semestre de Nutrição da UCB.

Alguns estudantes experimentaram refeições das duas lanchonetes e as avaliaram:

Mônica Pinheiro, estudante de jornalismo na UnB
Local: Lanchonete do C.O.
Refeição: Esfiha de Frango
Avaliação: “É um salgado meio doce, mas estava macio e quente e não parecia velho”.
Nota: 7,0

Carolina Martins, estudante de jornalismo na UnB
Local: Lanchonete da FT
Refeição: Enrolado de Queijo e Suco de Uva artificial
Avaliação: "O salgado é bom, macio, tem muito queijo. E gostei do preço do suco(R$0,70), mas o de uva não tem gosto".

Daniela Pires, estudante de jornalismo no Ceub
Local: lanchonete da FT
Refeição: Salgado de Frango
Avaliação: “O salgado está duro, a funcionária não sabia o preço e tem pouca gente para atender”.

Um comentário:

Ju disse...

Olá Pessoas! Boa iniciativa, mas tenho uma pergunta: qual é a opinião d@ estudante de engenharia a respeito da comida?