Notas Expressas

Tivemos um enxugamento do nosso corpo de repórteres, mas estamos, aos poucos, retomando o ritmo de publicação de matérias.
(atualizado em 20 de outubro de 2007)


domingo, 23 de julho de 2006

Editorial

Na última segunda-feira, o Cespe anunciou o nome dos aprovados no segundo vestibular de 2006. São mais de 2 mil novos alunos na UnB a partir do fim de agosto. Passada a alegria pela aprovação no vestibular, os calouros vão ter de enfrentar uma Universidade que, com inúmeros problemas, tenta manter seu nível de qualidade. A falta de professores, a estrutura precária, a Biblioteca desatualizada e os cortes de energia são dificuldades com as quais os novos alunos vão precisar conviver. Mas o grande número (21 mil) de inscritos para o vestibular não é sem razão: apesar dos problemas, a UnB continua oferecendo aos seus alunos oportunidades únicas. E ainda existem muitos fatores que tornam vantajoso fazer parte da Universidade. Só não se sabe até quando.

Pensar em soluções para os problemas da UnB é também o desafio da nova direção do DCE. A chapa 4 (Paratodos) venceu a eleição com quase metade dos votos. Ligada à UJS (Juventude do PC do B) e ao PT, a direção do DCE vai precisar de muito empenho para superar por um lado o desinteresse dos estudantes e por outro a oposição de outros grupos políticos da universidade. Tomara que a renovação trazida pelos calouros e pelo novo DCE dê novo fôlego para a UnB.

Um comentário:

Lidiane disse...

E que triste renovação essa do DCE para a nossa UnB, hein? Aliás, q renovação é essa?? Só vão trazer de novo o velho aparelhismo dos partidos políticos ao nosso movimento estudantil... DCE dos Estudantes da Universidade de Brasília??! Não!!! DCE do PC do B, PT, UNE, UJS, e tudo o q há de mais podre... Lamentável!