Notas Expressas

Tivemos um enxugamento do nosso corpo de repórteres, mas estamos, aos poucos, retomando o ritmo de publicação de matérias.
(atualizado em 20 de outubro de 2007)


domingo, 10 de dezembro de 2006

Editorial

Finalmente chega mais um final de semestre. Talvez o mais esperado dos últimos tempos, pois este ano não foi fácil para os estudantes da UnB, que devido à greve de professores do ano passado tiveram de apertar os estudos acumulados de três semestres em menos de doze meses. Mas final de semestre é final de semestre; e a correria é sempre a mesma. O mais comum é ouvir as reclamações dos estudantes jurando que seus professores combinaram de deixar todas as datas de entregas de trabalhos e de provas para a mesma semana.

O ano letivo se encerra com a promessa de curso de verão em janeiro de 2007, para aqueles que ainda têm fôlego para adiantar os créditos cursados antes do início do primeiro semestre do próximo ano. Porém, a boa notícia de que o calendário está voltando ao normal já se sente ameaçada com rumores de uma possível nova greve.

É a sina dos estudantes de Universidades Federais: férias, na verdade, são sinônimo de raridade e privilégio de poucos. Não se sabe ao certo o futuro da instituição, o que resta é esperar e torcer para que as datas consigam ficar - e continuem - normais.

2 comentários:

Anônimo disse...

Então lute pela Universidade, ao invés de querer que ela não tenha greve e continue sucateada.
Chega de blá blá blá!

Felipe Néri disse...

Anônimo,o fato de não desejar que haja greve e que a Universidade permaneça sucateada não impede uma luta por ela.